Quinta-feira, 9 de Agosto de 2007

guião para 1 film de terror (parte 2)

EMA
Parte 2
CENA 14
Exterior/ fora do hospital/ manhã
Já fora do hospital, James apanha um autocarro que ali estava e volta para casa de Andresa.
 
CENA 15
Interior/ café/ perto do hospital/ hora do almoço
Luduvika entra no café e dirige-se ao empregado.
                       
                        Empregado:
            Deseja alguma coisa, minha senhora?
                        Luduvika:
            Tem aí alguma lista telefónica?
                        Empregado:
            Tenho sim, minha senhora.
                        Luduvika:
            Pode trazer-ma?
                        Empregado:
            É para já.
 
O empregado vai buscar a lista telefónica e leva-a a Luduvika que procura o nome de Andresa na lista telefónica e quando encontra, pega num guardanapo que estava em cima do balcão, tira uma caneta da carteira e rabisca a morada de Andresa no guardanapo, guarda-o e sai do café.
CENA 16
Interior/ casa de Andresa/ quarto de Ema/ tarde
James dorme calmamente numa cadeira de baloiço no quarto de Ema.
 
CENA 17
Interior/ casa de Andresa/ cozinha/ tarde
Andresa está a fazer o jantar e ouve bater à porta. Larga o que está a fazer e sai da cozinha para ver quem é.
 
CENA 18
Interior/ casa de Andresa/ sala/ anoitecer
Andresa atravessa a sala e abre a porta. Luduvika entra de rompante na sala e começa à procura de James e Ema. Andresa, percebendo o que se passa, vai buscar a caçadeira do marido que está num armário da sala, olha tristemente para uma fotografia onde se encontram um homem e uma menina e dá um tiro numa perna de Luduvika.
 
CENA 19
Interior/ casa de Andresa/ quarto de Ema/ ao anoitecer
Ema e James acordam com o barulho que o tiro fez e saem do quarto em direcção à sala.
 
CENA 2O
Interior/ casa de Andresa/ sala/ ao anoitecer
Quando Ema e James entram na sala vêem Luduvika a arrastar-se no chão a e tirar um frasco do bolso e sem que ninguém possa fazer nada, Luduvika olha para o frasco com malícia enquanto o abre e atira o líquido para o pescoço de James que agoniza até à morte.
                                   
 
            Luduvika:
            Isto é ácido sulfúrico e James morrerá! Ha! Ha! Ha!
Ema assiste à cena e foge assustada.
 
CENA 21
Exterior/ pântano/ noite
Ema assustada foge para um pântano e lá encontra uma cabana onde bate à porta.
 
CENA 22
Interior/ pântano/ cabana/ noite
A porta abre-se e Ema entra fechando a porta atrás de si. A cabana está muito escura e só quando os seus olhos se habituam à escuridão é que depara com um horrendo homem com o aspecto de uma múmia imunda. Ema tenta fugir mas o homem do pântano agarra-a.
                        Homem do pântano:
            Eu não te faço mal. Diz-me porque é que uma menina como tu está no pântano e ainda por cima à noite?
                        Ema:
            Fugi de casa de minha tia porque a minha mãe apareceu e matou o meu pai. Eu, com medo, fugi sem saber que viria ter a um pântano.
                        Homem do pântano:
            Aqui ninguém te faz mal, eu protejo-te.
Na altura em que diz isto, Luduvika entra na cabana e tenta agarrar Ema mas o homem do pântano impede-a de se aproximar de Ema e Luduvika, olhando em volta, encontra uma estaca e, com ela apunhala o homem até ter a certeza de que ele está morto.
                        Luduvika:
            Ema, filha, vem comigo, seremos felizes agora que o maldito do teu pai morreu, eu te protegerei.
                        Ema:
            Não!
E Ema com ódio agarra num machado que ali se encontrava e racha ao meio a cabaça da mãe.
 
 
CENA 23
Interior/ casa de Andresa/ manhã
Ema regressa a casa da tia e encontra-a caída no chão com um braço queimado pelo ácido sulfúrico. Ema dirige-se ao telefone.
                                               
                                    Ema:
            Por favor, queria uma ambulância para a rua Gago Coutinho nº 72. A minha tia tem o braço todo queimado. Rápido, por favor.
Ema senta-se no chão ao pé da tia e fica à espera da ambulância.
Quando a ambulância chega, Ema dirige-se à porta para a abrir e dois maqueiros entram na sala e colocam Andresa na maca e saem todos de casa.
 
CENA 24
Exterior/ casa de Andresa/ manhã
Ema vai com a tia e os maqueiros para a ambulância, os maqueiros colocam Andresa dentro da ambulância, Ema e os maqueiros entram e a ambulância arranca rumo ao hospital.
 
CENA 25
Interior/ ambulância/ manhã
Ema olha tristemente para a janela da ambulância e vê um anuncio publicitário que diz "feliz ano novo! ano 2000, o ano da nova geração!"
 
 
CENA 26
Exterior/ hospital/ tarde
Chegados ao hospital, Andresa é levada para a sala
de urgências e Ema para a sala de espera.
 
CENA 27
Interior/ hospital/ sala de espera/ tarde
Ema aguarda a chegada do médico para saber como se encontra a tia. Aparece o médico.
                        Ema:
            Doutor, como está a minha tia?
                        Médico:
            Graças a ti, a tua tia já está a ser tratada, mas terá que cá ficar.
            Queres que chame um taxi?
                         Ema:
            Sim doutor, obrigado.
                       
 
                        Médico:
            Já mandámos outra ambulância para ir buscar o teu pai , que como já sabes, está morto.
                        Ema:
            Sim, eu sei. A minha mãe e o homem do pântano também estão. Todos menos eu...
                        Médico:
            Onde está a tua mãe e o homem do pântano?
                        Ema:
            Estão num pântano.
                        Médico:
            Sabes onde é?
                        Ema:
            Não. Porque fugi e quando regressei a casa, ia tão perturbada que não reparei no caminho.
                        Médico:
            Nós tratamos disso. Vai para casa, toma um banho e descansa.
 
CENA 28
Exterior/ hospital/ tarde
Ema sai do hospital e entra no taxi que já estava à porta do hospital à espera dela.
 
CENA 29
Interior/ casa de Andresa/ casa de banho/ tarde
Já em casa, Ema dirige-se à casa de banho, vai tomar banho e chora tristemente. Após o banho, veste-se e dirige-se para o quarto.
                                                                                                                                   
CENA 30
Interior/ casa de Andresa/ quarto de Ema/ tarde
Ema entra no quarto, deita-se e adormece. Quando acorda, encontra-se noutro quarto. Olha em volta.
                       
                        Ema:
            Mas este quarto é o meu antigo quarto em casa da minha mãe!
Levanta-se e saindo do quarto dirige-se à sala.
 
CENA 31
Interior/ casa de Luduvika/ sala/ manhã
Ema entra na sala e encontra a mãe sentada num sofá.
                        Ema:
            Mamã, então não morreste?
                        Luduvika:
            Claro que não, que disparate. Anda cá, senta-te ao colo da mãe. (Ema começa a chorar). Não chores. Tiveste um pesadelo, esquece isso.
Ema senta-se ao colo da mãe e chora, feliz por tudo não ter passado de um pesadelo.
 
 
publicado por patinha-rebelde às 18:20
link do post | comentar | favorito

*mais sobre mim

*o meu signo...

Ocidental: Carneiro 000dcb3q Oriental: Dragão 00007sr1 Egipcio: Deusa Sekmeth 000c99xr Cigano: Punhal 000febyd

*pesquisar

 

*Dragão

ying e yang... o dragão e o tigre                                                1 dragão dourado

*Fevereiro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

*arquivos

*um livro...

000q1rhd

*posts recentes

* Ganhar dinheiro na net

* Como ganhar dinheiro na n...

* Como ganhar algum dinheir...

* ganhar dinheiro na net, s...

* Tarot da Patrícia

* CV

* avarias

* catalogação bibliotecas

* caso precisem, contactem-...

* cadeiras e mesas em molas...

* pai bate no médico

* A tua vinda

* AMAR

* Poema dos olhos da amada

* Soneto de Amor

* pablo

* Tuas mãos

* O poço

* O amor antigo

* The Never Ending Story

* Meryl Streep in Out of Af...

* As time goes by

* Louis Armstrong - What A ...

* ATC - I'm In Heaven

* Madonna - Frozen

* Sem título

* Destruição

* Madonna - Erotica

* Amar

* Olhos verdes

*Fadas...

000hy435

*os rebeldes que por aqui ja cuscaram

page counter
Web Site Hit Counters

*Tristezas...

Olhar 000h8c5z Anjo 000k8a7h Gata 000p921x

*links

*Mulheres....

000cyczy 000egykb 000fgapz 000hfyd6 000fkaea

*subscrever feeds