Quarta-feira, 5 de Setembro de 2007

Amor sem tréguas (Poesia Completa de António Gedeão)

É necessário amar,

qualquer coisa, ou alguém;

o que interessa é gostar

não importa de quem.

 

Não importa de quem,

nem importa de quê;

o que interessa é amar

mesmo o que não de vê.

 

Pode ser uma mulher,

uma pedra, uma flor,

uma coisa qualquer,

seja lá do que for.

 

Pode até nem ser nada

que em ser se concretize,

coisa apenas pensada,

qua a sonhar se precise.

 

Amar por claridade,

sem dever a cumprir;

uma oportunidade

para olhar e sorrir.

 

Amar como o homem forte

só ele sabe e pode-o;

amar até à morte,

amar até ao ódio.

 

Que o ódio, infelizmente,

quando o clima é de horror,

é forma inteligente

de se morrer de amor.

 

000k9bb1

publicado por patinha-rebelde às 15:57
link do post | comentar | favorito

*mais sobre mim

*pesquisar

 

*Fevereiro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

*arquivos

*posts recentes

* Ganhar dinheiro na net

* Como ganhar dinheiro na n...

* Como ganhar algum dinheir...

* ganhar dinheiro na net, s...

* Tarot da Patrícia

* CV

* avarias

* catalogação bibliotecas

* caso precisem, contactem-...

* cadeiras e mesas em molas...

* pai bate no médico

* A tua vinda

* AMAR

* Poema dos olhos da amada

* Soneto de Amor

* pablo

* Tuas mãos

* O poço

* O amor antigo

* The Never Ending Story

* Meryl Streep in Out of Af...

* As time goes by

* Louis Armstrong - What A ...

* ATC - I'm In Heaven

* Madonna - Frozen

* Sem título

* Destruição

* Madonna - Erotica

* Amar

* Olhos verdes

*links

*subscrever feeds